Resultados Regional Mx Ribatejo / Nacional Mx 2024 - Póvoa S. Miguel

Resultados Regional Mx Ribatejo / Nacional Mx 2024 - Póvoa S. Miguel

A avançar de forma rápida o Campeonato Regional Centro Sul Mx Ribatejo ruma este fim de semana...

Resultados Nacional Mx 2024 - Casais Sto. Quintino

Resultados Nacional Mx 2024 - Casais Sto. Quintino

Finalmente o fim de semana de Páscoa "chegou". Quem acompanha o Nacional de Mx conhece certamente...

Resultados Regional Mx Ribatejo / Nacional Mx 2024 - Cortelha

Resultados Regional Mx Ribatejo / Nacional Mx 2024 - Cortelha

O circuito mundialista da localidade da Cortelha recebe já, este fim de semana, mais um grande...

Resultados Nacional Mx 2024 - Granho

Resultados Nacional Mx 2024 - Granho

A localidade do Granho dá o mote para o que será o ano de 2024 com a realização da ronda...

Resultados Regional Mx Ribatejo / Nacional Mx 2024 - Aveiras De Baixo

Resultados Regional Mx Ribatejo / Nacional Mx 2024 - Aveiras De Baixo

O Campeonato Regional Mx Ribatejo está de regresso às pistas, já este fim de semana, em mais uma...

  • Resultados Regional Mx Ribatejo / Nacional Mx 2024 - Póvoa S. Miguel

    Resultados Regional Mx Ribatejo / Nacional Mx 2024 - Póvoa S. Miguel

    18-05-2024
  • Resultados Nacional Mx 2024 - Casais Sto. Quintino

    Resultados Nacional Mx 2024 - Casais Sto. Quintino

    11-05-2024
  • Resultados Regional Mx Ribatejo / Nacional Mx 2024 - Cortelha

    Resultados Regional Mx Ribatejo / Nacional Mx 2024 - Cortelha

    27-04-2024
  • Resultados Nacional Mx 2024 - Granho

    Resultados Nacional Mx 2024 - Granho

    13-04-2024
  • Resultados Regional Mx Ribatejo / Nacional Mx 2024 - Aveiras De Baixo

    Resultados Regional Mx Ribatejo / Nacional Mx 2024 - Aveiras De Baixo

    06-04-2024

Regulamentos

REGIONAL PENTACONTROL MX

REGIONAL PENTACONTROL RESISTÊNCIAS

TROFÉU REGIONAL QUAD RACE


INSCRIÇÃO 

penta control.png

Apoios

Próxima Prova

Fernão Joanes 25.05.2024 08:00 2 Dias

INFORMAÇÃO

Motocross Das Regiões 2023 - PentaControl É Vice Campeã Após Dar Luta Até Ao "Cair Do Pano"

Realizou-se no passado fim de semana a décima segunda edição do Motocross das Regiões, a festa de final de temporada que junta representantes dos cinco campeonatos e troféus regionais realizados no nosso país sob a égide da Federação Motociclismo Portugal. Recordista de vitórias nesta competição a PentaControl apresentava-se com a equipa mais jovem de sempre, média de 17 anos, mas recheada de muito talento e com grande vontade de repetir os sucessos passados mantendo o título conquistado em 2022 e obter mais um triunfo caseiro, tarefa que não se adivinhava fácil face à concorrência cujo único foco era destronar-nos.

tarouca4 2023-pentacontrol apresentacao

Com os pilotos a iniciarem as suas primeiras voltas no dia de sábado nas sessões de treinos livres e cronometrados, desde cedo foi possível confirmar que a luta iria ser renhida até ao final com os melhores lugares a serem ocupados por pilotos do Ribatejo e da PentaControl, não se podendo, no entanto, descartar elementos de outras equipas que se aproximavam e poderiam baralhar as contas finais. Da nossa parte na sessão mais importante, a cronometrada, Pedro Rino (#1) foi o mais rápido ao ocupar o segundo posto adiante do seu colega de equipa Alex Almeida (#2), ambos separados por pequena margem, o que poderia ser um bom indicador para o dia seguinte. Quanto aos outros dois elementos Gonçalo Cardoso (#3) não vinha muito atrás ao rubricar a quinta volta mais rápida ao passo que Tomás Santos (#4), ainda a recuperar de lesão, era o nono classificado.

tarouca4 2023-pentacontrol 1

Já no domingo realizaram-se as três mangas que ditariam o resultado final e, no arranque da primeira manga, Pedro Rino lutou pelo holeshot com um dos seus oponentes enquanto Alex Almeida vinha logo atrás e aproveitava a luta dos primeiros para se esgueirar após a primeira curva e colocar-se na dianteira. Essa situação durou pouco tempo já que ainda na primeira volta perdeu o comando mantendo-se mesmo assim na luta pela vitória ao passo que Rino perdia algum tempo que se mostrou precioso no final. Quanto a Tomás Santos e Gonçalo Cardoso, em desvantagem face a todo o pelotão por serem as únicas 125cc em prova, procuravam subir na tabela classificativa depois de um arranque menos conseguido. Infelizmente nas primeiras voltas os dois caçulas da equipa sofriam quedas que os atrasavam e punham em causa o resultado coletivo, algo que se foi compondo com o passar do tempo à medida que iam recuperando alguns postos e Rino, na luta pelos melhores lugares, recuperava a sua velocidade para vir a terminar em terceiro adiante de Almeida que seria o quarto. Após as quedas sofridas Cardoso ainda terminaria em oitavo na frente de Santos que era o nono o que, em termos coletivos, deixava a equipa no segundo posto a seis pontos da líder.

tarouca4 2023-pentacontrol 2

Não tendo nada a perder face à desvantagem que trazia a PentaControl entrava para a segunda manga preparada para dar luta e, assim que baixou a grelha de partida, os seus pilotos intrometeram-se na luta pela liderança que ficou mesmo a cargo de Pedro Rino. A partir desse momento o nosso piloto começaria a deixar a concorrência para trás chegando mesmo a ter mais de quinze segundos de avanço, enquanto Alex Almeida recuperava até quarto depois de um arranque menos bom sendo acompanhado por Gonçalo Cardoso que surpreendia com a sua “pequena” moto, mas mesmo em condições difíceis rodava ao ritmo dos mais rápidos. Mais difícil apresentava-se a tarefa de Tomás Santos que via um mau arranque comprometer-lhe a sua prestação. Lá na frente, com o passar do tempo Rino começava a sentir algumas dificuldades para manter o seu andamento quebrando fisicamente o que permitiu a que os adversários se aproximassem e conseguissem mesmo roubar-lhe a liderança nas últimas voltas, acabando por ficar somente em segundo lugar. Depois de subir nas primeiras voltas Almeida rodou em quarto até final, o mesmo se passando com Cardoso que era o quinto. Já Santos fazia uma boa recuperação que o levaria até ao nono posto, o que permitia à PentaControl, em termos coletivos, ser a mais bem colocada nesta segunda manga e diminuir para quatro os pontos que separavam da líder.

tarouca4 2023-pentacontrol 3

Chegávamos assim à terceira e última manga que tudo iria decidir. Com a chuva a cair e a tornar a pista ainda mais complicada para os pilotos, principalmente as nossas “125” que tinham de ser espremidas ao máximo para conseguir lutar com as mais poderosas motos a quatro tempos, o início foi auspicioso para a PentaControl com os seus quatro pilotos a surgirem nos primeiros lugares e que colocavam nesse momento a equipa em primeira coletivamente. Pedro Rino voltava a sair muito bem da grelha rubricando o holeshot e, desta feita, a controlar muito bem toda a concorrência para rumar a uma vitória incontestável e inteiramente merecida face ao que demonstrou ao longo de todo o fim de semana. Alex Almeida também voltava a cotar-se como um dos mais rápidos no arranque e, apesar de ainda ter rodado em terceiro nas fases iniciais, sofreu uma pequena queda que o fizeram perder algum tempo e acabaria por não conseguir subir mais que o quarto posto. Quanto aos mais novos do grupo, o sétimo e oitavo lugar inicialmente eram seus rodando juntos e puxando um pelo outro para se aproximarem dos pilotos da frente, com vantagem primeiro para Cardoso face a Santos. Infelizmente a sorte voltou a não bater à porta de Cardoso com uma queda a fazê-lo perder bastante tempo, o que deixava assim Santos sozinho a tentar subir algo que conseguiria até se instalar no sexto posto em que viria a terminar. Já Cardoso, com a queda, viu-se impossibilitado de conseguir melhor que o oitavo lugar em que terminou, algo que mesmo assim permitiu à PentaControl voltar a ser a melhor equipa em termos globais e na expetativa de saber se tal seria suficiente para o triunfo por equipas.

tarouca4 2023-pentacontrol 4

Chegado ao fim o dia competitivo era a hora de fazer as contas e, se os cálculos fossem feitos em termos globais, a PentaControl seria a vencedora com um total de sessenta e três pontos face aos sessenta e quatro da segunda colocada. No entanto, à semelhança do que sucede no MXON, nesta competição os dois piores resultados de cada equipa são descartados o que, no final, acabou por dar somente o segundo posto à equipa da PentaControl a escassos três pontos da equipa vencedora. Já em termos individuais a equipa só se pode orgulhar dos seus pilotos já que teve os quatro colocados nos primeiros sete com Rino a ser o segundo, Almeida o quarto, Cardoso o quinto e Santos o sétimo. Tal resultado individual reflete bem o esforço e a qualidade dos pilotos selecionados e, não fossem as quedas da primeira manga, certamente o resultado coletivo teria sido diferente depois de sermos a melhor equipa na segunda e terceira manga.

tarouca4 2023-pentacontrol podio

Em jeito de conclusão de mais um Motocross das Regiões a PentaControl só pode agradecer aos seus pilotos, acompanhantes e demais apoiantes por todo o esforço e contributo dado ao longo de todo o fim de semana e, apesar do resultado não ser o que todos desejam, só podíamos estar orgulhosos do que fizeram. Apesar de as escolhas serem sempre difíceis da nossa parte não há qualquer remorso face a quem escolhemos nos representar e, podemos garantir com toda a certeza, voltaríamos a ter esta mesma equipa se fosse hoje. MUITO OBRIGADO A TODOS E ESPERAMOS VÊ-LOS NOVAMENTE EM 2024 PELAS NOSSAS PISTAS.

 

TEXTO: Bikerz Press

FOTOS: Bikerz Press e Rúben Policarpo Photography