Resultados Regional Mx Ribatejo 2018 - Juncal 2

Resultados Regional Mx Ribatejo 2018 - Juncal 2

Após ter tido honras de abertura do Regional Mx Ribatejo com uma enchente de pilotos a localidade...

Resultados Regional PentaControl Mx / Nacional Infantis A + B - Valpaços

Resultados Regional PentaControl Mx / Nacional Infantis A + B - Valpaços

Chegamos ao primeiro fim de semana de Setembro e é o momento de rumar até terras transmontanas,...

Horários Valpaços - Regional PentaControl Mx + Nacional Infantis Mx

Horários Valpaços - Regional PentaControl Mx + Nacional Infantis Mx

O primeiro fim de semana de Setembro representa dias de visita à localidade transmontana de...

Resultados Nacional Sx 2018 - Lustosa

Resultados Nacional Sx 2018 - Lustosa

O dia 18 de Agosto marca o fim do Campeonato Nacional Sx de 2018, e a localidade de Lustosa será...

Resultados Nacional Mx 2018 - Carrazeda De Ansiães

Resultados Nacional Mx 2018 - Carrazeda De Ansiães

Eis que o Campeonato Nacional de Mx está de regresso a terras transmontanas e a uma localidade...

  • Resultados Regional Mx Ribatejo 2018 - Juncal 2

    Resultados Regional Mx Ribatejo 2018 - Juncal 2

    sábado, 15 setembro 2018 07:00
  • Resultados Regional PentaControl Mx / Nacional Infantis A + B - Valpaços

    Resultados Regional PentaControl Mx / Nacional Infantis A + B - Valpaços

    sábado, 01 setembro 2018 08:00
  • Horários Valpaços - Regional PentaControl Mx + Nacional Infantis Mx

    Horários Valpaços - Regional PentaControl Mx + Nacional Infantis Mx

    quinta, 30 agosto 2018 00:00
  • Resultados Nacional Sx 2018 - Lustosa

    Resultados Nacional Sx 2018 - Lustosa

    sábado, 18 agosto 2018 00:00
  • Resultados Nacional Mx 2018 - Carrazeda De Ansiães

    Resultados Nacional Mx 2018 - Carrazeda De Ansiães

    domingo, 17 junho 2018 06:00
penta control.png

Apoios


















Próxima Prova

Nelas 30.09.2018 08:00 11 Dias

INFORMAÇÃO

Reportagem Carrazeda Ansiães 2017 Nacional Infantis A - Duarte Filipe Mantém Toada Vencedora E Assegura Título

Oito pilotos deslocaram-se até Trás os Montes para se defrontarem numa das mais espetaculares pistas do nosso país de forma a fecharem as contas de 2017 no que diz respeito ao respetivo Campeonato. Com um traçado preparado e em excelentes condições o bom tempo também apareceu para abrilhantar o espetáculo que estes jovens conseguem dar ao público que se desloca até aos eventos e cujo incentivo é dirigido essencialmente para estes gladiadores.

 

Como forma de conhecer e se ambientarem da melhor maneira à pista os pilotos necessitam de realizar as respetivas sessões de treinos livres que se desenrolam sempre na parte da manhã de domingo. À semelhança do que tem sucedido nas rondas anteriores Duarte Filipe voltou a não deixar os seus créditos por mãos alheias pois desde cedo rubricou as melhores voltas à pista deixando atrás de si, com uma margem já considerável, o espanhol Breixo Posada que obtinha aqui alguns dos seus melhores resultados do ano. No entanto o equilíbrio é nota dominante nesta classe e os restantes pilotos não vinham muito atrás o que deixava antever uma boa tarde de corridas.

 

Assim que a grelha de partida caiu para o início da primeira manga Duarte Filipe saiu como um foguete e instalou-se no comando das operações não dando qualquer hipótese de resposta aos seus adversários pois foi ganhando segundos até que a bandeira de xadrez foi apresentada, demonstrando assim a força com que se apresentou neste Campeonato em busca do título. Pelo segundo posto já existiu mais alguma luta pois Guilherme Alves e Simão Severino rodaram juntos grande parte do tempo apesar de não haver troca de posições até que, a três voltas do final, uma queda de Severino faziam-no perder muito tempo para o adversário e entregava de bandeja o segundo posto a Alves tendo de se contentar com a terceira marca. Interessante de seguir também foi a guerra vivida pelos postos seguintes com os irmãos Pinto, Bernardo e Duarte, Breixo Posada e Inês Madanços. Apesar de ter sido o primeiro ocupante do quarto posto Bernardo Pinto acabou por não conseguir resistir ao pressing exercido por Breixo Posada e, duas voltas mais tarde, pelo seu próprio irmão Duarte para cair até sexto, cabendo a Posada o quarto posto que após obtido foi consolidado ao ganhar alguma margem sobre os perseguidores. Da mesma forma também Duarte Pinto conseguiu deixar o seu irmão para trás para ser o quinto classificado adiante de Bernando. Quanto a Inês Madanços aos poucos perdeu o comboio dos adversários e limitou-se a gerir o esforço para ser a sétima à frente de Tiago Nogueira que viu a sua prestação ser penalizada com alguns problemas desde o início da corrida que o relegavam para último já bastante atrasado do restante pelotão.

 

O início da segunda manga ficou desde logo marcada com a queda de Simão Severino logo que baixou a grelha de partida o que deixava o piloto algo maltratado e a necessitar de assistência médica, felizmente sem consequências, que lhe permitiram ainda assim concluir a prova embora em último. Mas falando dos comandantes, uma vez mais Duarte Filipe saiu bem da grelha sendo acompanhado por Breixo Posada, mas era mesmo Filipe quem liderava na primeira volta para rumar a nova vitória incontestável que lhe garantia igualmente o tão ansiado ceptro nacional. Pelos restantes lugares do pódio a emoção esteve presente do início ao fim com Tiago Nogueira e Guilharme Alves a degladiarem-se constantemente pelo segundo posto embora a vantagem tenha sorrido sempre ao primeiro que assim se desforrava do azar sofrido na manga inaugural, relegando o seu oponente para o terceiro lugar desta segunda manga. Pelos lugares seguintes voltaram a existir muitas lutas onde as trocas eram uma constante entre Inês Madanços, Breixo Posada e os irmãos Pinto. Inicialmente a quarta marca foi ocupada pela única menina presente neste Campeonato, mas à segunda volta era já Posada quem surgia nesse posto depois de recuperar algum tempo perdido na primeira volta. No entanto também não se ficavam por aqui as trocas pois só durante uma volta é que Posada conseguiu ser o quarto já que Madanços retaliou para subir na tabela trazendo atrás de si os irmãos Pinto que aproveitavam o regresso dos azares a Posada que caia na tabela e não mais conseguia recuperar. À medida que o tempo foi-se esgotando a pressão intensificou-se e Bernardo Pinto acabou por subir mesmo a quarto a meio da prova para, nas duas últimas voltas, não resistir às investidas do seu irmão mais novo Duarte. Desta feita Duarte conseguia no final desta manga ser o quarto adiante do irmão Bernando, Inês Madanços ficava com o sexto e Posada não ia além do sétimo. A completar a tabela Simão Severino era o oitavo como já referido no início.

 

Concluído o dia de corridas Duarte Filipe voltou a ter um dia perfeito ao ocupar o lugar mais alto do pódio na frente de Guilherme Alves e Tiago Nogueira. Em termos de Campeonato Nacional Duarte Filipe terminava com um scoring quase perfeito só não tendo vencido uma das mangas disputadas, relegando Simão Severino e Tiago Nogueira para os restantes postos separados unicamente por quatro pontos. Em termos regionais os pilotos que ocuparam as três primeiras marcas foram exatamente os mesmos embora com Nogueira em segundo e Severino em terceiro.

 

Com 2017 terminado chega o momento de apontar baterias para a próxima época e é de esperar mais espetáculo face ao que se assistiu este ano. Alguns pilotos poderão subir de classe mas outros valores poderão surgir em cena e assim impulsionar mais esta espetacular modalidade pelo que aguardamos com espetativa a nova época. 

 

 

         1º Classificado - Duarte Filipe                     2º Classificado - Guilherme Alves                  3º Classificado - Tiago Nogueira

carrazeda1 2017-ifa 12 1    carrazeda1 2017-ifa 31 1    carrazeda1 2017-ifa 19 1